Início Destaques Arma é achada em presídio de MS onde “encomendas” chegam de drone

Arma é achada em presídio de MS onde “encomendas” chegam de drone

Tropa de choque entrando em presídio (Foto: Adilson Domingues)

A apreensão ocorreu durante a “Operação Pente Fino” deflagrada nesta quinta-feira (25)

Por: Guilherme Henri e Marta Ferreira

Uma pistola calibre 6.35 carregada com 16 munições foi apreendida nesta quinta-feira (25) dentro da Penitenciária Estadual de Dourados – a 233 quilômetros de Campo Grande. A arma estava escondida no piso, próximo ao ralo do banheiro de uma cela.

A apreensão ocorreu durante a “Operação Pente Fino” deflagrada depois que policiais militares derrubaram a tiros pelo menos cinco drones tentando entregar “encomendas” aos detentos da unidade penal nos últimos dias.

O caso mais recente foi na semana passada, mas ocorrências do tipo são preocupação desde janeiro do ano passado, quando o pouso de um drone no presídio gerou um princípio de motim. A penitenciária tem vaga para 600 presos, mas a população carcerária, em média, é de mais de 2 mil.

Magno Aparecido Quinteiro, o “Magrelo”, 33 anos (Foto: Adilson Domingues)Magno Aparecido Quinteiro, o “Magrelo”, 33 anos (Foto: Adilson Domingues)
pistola calibre 6.35 carregada com 16 munições (Foto: Adilson Domingues)Pistola calibre 6.35 carregada com 16 munições (Foto: Adilson Domingues)

A arma estava escondida na cela 28, localizada no raio 2. O preso Magno Aparecido Quinteiro, o “Magrelo”, 33 anos, confessou ser o proprietário da arma. Ele foi levado para a delegacia do município onde foi registrado uma ocorrência de posse ilegal de arma de fogo.

A operação foi realizada das 6h às 12h e contou com forte aparato policial. Segundo a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), a ação aconteceu no pavilhão 2, nas celas da Cadeia Linear e além da arma, foram apreendidos 24 celulares, sete carregadores, 142 chips para celular e facas artesanais.

A Agepen afirmou ainda que abriu procedimento para apurar como a arma e demais objetos não-permitidos entraram no presídio.

Foram apreendidos 142 chips para celular, além de 24 aparelhos e sete carregadores (Foto: Divulgação)Foram apreendidos 142 chips para celular, além de 24 aparelhos e sete carregadores (Foto: Divulgação)