Início Destaques MARACAJU: Reunião entre instituições define a criação da CISTT Municipal

MARACAJU: Reunião entre instituições define a criação da CISTT Municipal

O Conselho Municipal de Saúde de Maracaju/MS promoveu na última semana dia 21/08, no plenário da Câmara Municipal de Vereadores uma reunião com a presença dos membros da Comissão Intersetorial da Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora-CISTT Estadual/MS Dionizio Gomes Avalhaes, Eliane de Fátima Alcova Alcântara e Maria de Lourdes dos Santos Silva, bem como os representantes de instituições governamentais e não governamentais do município.
Em pauta estava a implantação da CISTT Municipal, criada em 03/10/2018 através da Resolução n. 048/2018/CMS/MJU/MS, de 03/10/2018, Decreto Municipal n. 063/2018, cujo objetivo da reunião foi apresentar à sociedade maracajuense a existência de uma instância, que tem por finalidade articular políticas e programas de interesse para a saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS. Uma vez que a essa Comissão é parte do Controle Social do SUS, e tem a finalidade de assessorar o Conselho Municipal de Saúde em relação às necessidades da população nos serviços de saúde do trabalhador e da trabalhadora.
Em Maracaju a Comissão já foi indicada através das instituições governamentais e não governamentais presentes na reunião do último dia 21. O primeiro encontro dos integrantes da comissão aconteceu nesta terça feira 27, na Sede dos Conselhos e em breve será divulgado a formação oficial de todos os membros da CISTT Municipal e da Mesa de Coordenação que irão representar os interesses dos trabalhadores maracajuenses.

 

CONHEÇA SOBRE ATUAÇÃO GERAL DA CISTT

* Acompanhar e fiscalizar os serviços e as ações realizadas pelos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador, observando seus planos de trabalho.
* Participar da construção ou sugerir ações no Plano de Trabalho dos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador.
* Articular políticas e programas de interesse para a Saúde do Trabalhador
e da Trabalhadora, cuja execução envolva áreas compreendidas e
não compreendidas no âmbito do SUS.
* Propor às instituições e entidades envolvidas que, no âmbito de suas
competências, atuem no sentido de eliminar ou reduzir os riscos à Saúde
do Trabalhador e da Trabalhadora.
* Propor e acompanhar a implantação de medidas que objetivem a melhoria
dos serviços de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora, dos setores público e privado.
* Integrar as diversas instâncias envolvidas nas ações de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora em torno de um projeto comum, visando à
efetivação dos princípios do SUS.
* Avaliar/analisar os projetos e plano de saúde apresentados pela Secretaria
de Saúde, por meio de seus técnicos, focando nas ações relacionadas
à Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora, recomendando
ao pleno do Conselho de Saúde alterações e complementações que se fizerem necessárias, bem como sua aprovação ou rejeição.
* Acompanhar a implantação/implementação dos projetos e planos de saúde, recomendando ao Conselho de Saúde que fiscalize e tome providências cabíveis caso verifique questões que não estejam de acordo com o aprovado.
* Contribuir para a promoção da Sensibilização e Educação Permanente dos gestores/prestadores, trabalhadores e usuários do SUS sobre a importância da discussão sobre Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora;
* Contribuir para dar conhecimento à sociedade em geral da legislação em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. (Resolução CNS nº
493/2013).

Assessoria da CISTT